Banco Nacional Ultramarino, de Macau, abre sucursal em Hengqin


O Banco Nacional Ultramarino (BNU), de Macau, abriu oficialmente no dia 18 sua agência em Hengqin, da Zona Piloto de Livre Comércio de Guangdong (Cantão). A abertura da sucursal é uma importante medida tomada pela Comissão Regulatória dos Bancos de Guangdong para aplicar o Acordo Suplementar 9º do Acordo de Estreitamento das Relações Econômicas e Comerciais entre o Interior da China e Macau (CEPA, na sigla em inglês). A iniciativa também irá impulsionar as cooperações entre Guangdong e Macau e fomentar a liberalização dos negócios de serviços entre Guangdong, Hong Kong e Macau.

A Comissão Regulatória dos Bancos de Guangdong informou que o BNU Hengqin é o primeiro banco de Macau na parte continental da China, além de ser o primeiro banco de capital estrangeiro que goza do tratamento nacional pré-estabelecimento (PENT, na sigla em inglês), oferecendo uma experiência modelo para a liberalização dos negócios de serviços entre o interior da China e Macau. Além disso, o BNU Hengqin pode realizar negócios em Renminbi, a moeda chinesa, desde o início de seu estabelecimento, o que é um precedente para os bancos de Hong Kong e Macau.

Até o final de 2016, a Nova Área de Hengqin contava com 3.716 empresas financeiras, ocupando 95% do total de empresas dessa natureza em toda cidade de Zhuhai. Além disso, as cooperações financeiras entre Guangdong, Hong Kong e Macau também avançaram a um novo patamar, sendo que 82 instituições financeiras de Hong Kong e Macau se registraram em Hengqin. Outros 104 grupos empreendedores de Hong Kong e Macau estabeleceram-se no Vale de Empreendedorismo dos Jovens de Hengqin. Entre eles, 16 grupos conseguiram investimentos de mais de 100 milhões de yuans. Os habitantes de Hong Kong e Macau realizaram empréstimos que totalizam mais de US$ 580 milhões para comprar moradias em Hengqin.